Winona Ryder diz que Depp nunca foi violento durante relacionamento amoroso

Publicado em 16/07/20 12:00

O depoimento de Winona Ryder no processo do ex-noivo Johnny Depp contra o tabloide inglês The Sun, que o caracterizou como "agressor de mulheres" em uma matéria, teve novos trechos revelados hoje pelo Deadline. No texto, a atriz diz que Depp nunca foi violento com ela, mas frisa que esta "é apenas a sua experiência".

Ryder inicialmente seria testemunha no julgamento, mas a defesa de Depp desistiu de chamá-la ao tribunal, alegando que os advogados do The Sun "não contestam que o ator não foi violento com suas ex-parceiras". Uma parte do depoimento escrito da estrela de "Stranger Things" foi lida no tribunal, no entanto.

Durante o relacionamento dos dois, que durou entre 1989 e 1993, Ryder disse que Depp "nunca foi violento ou abusivo com ela ou com ninguém que eles conheceram": "Eu honestamente só o conheço como um bom homem — um homem afetuoso, que sempre fez com que eu me sentisse segura".

"Eu não quero chamar ninguém de mentiroso, mas, com a minha experiência de Johnny, é impossível de acreditar que essas alegações horríveis são verdadeiras", disse ainda, se referindo a denúncia da ex-mulher do ator, Amber Heard, que alega que ele a agrediu várias vezes durante o casamento.

Julgamento

Durante a última semana, os advogados de Depp estão tentando provar a inocência do ator com testemunhas e evidências que, segundo eles, provariam que Heard era a parceria abusiva na relação. Nos próximos dias, a defesa do The Sun deve tomar a frente e apresentar o caso contrário.

Além do depoimento de Ryder, foi lida uma declaração da cantora Vanessa Paradis, que foi casada com o ator entre 1998 e 2012. A francesa não adotou o tom cauteloso do depoimento de Ryder, defendendo Depp mais diretamente.

"Essas acusações absurdas estão provocando muita dor, e prejudicando a carreira de Johnny, porque muita gente, infelizmente, continua acreditando nessas mentiras. Isso é perturbador, porque Johnny já ajudou muitas pessoas em sua vida pessoal e profissional", disse ela.

Fonte: UOL Cinemas // UOL