Paródia de 'Frozen' sobre a pandemia viraliza: 'Respiro para conscientizar'

Publicado em 23/05/20 05:00

Desde que o mundo iniciou sua batalha contra o avanço do novo coronavírus, as produções de teatro, televisão e cinema foram completamente paralisadas. Mas isso não significa que os artistas estejam parados. Pelo contrário: é na crise que surgem as melhores inspirações.

O casal de atores Pamella Machado e Marcelo Laham viralizou nas redes sociais após publicarem uma paródia de uma das músicas do filme "Frozen", interpretada pelas personagens Anna e Hans no longa. A nova versão da canção ironiza o comportamento de muitas pessoas durante a quarentena, que ignoram a gravidade da doença e querem burlar o isolamento social.

Apesar de ter sido publicado no Instagram pessoal dos atores há cerca de um mês, o vídeo explodiu quando foi compartilhado por Felipe Neto no Twitter. A página do Mídia Ninja também compartilhou a produção, aumentando ainda mais seu alcance.

"É óbvio que eu não sabia que ia atingir este lugar. O Felipe Neto, goste ou não goste dele, é um fenômeno. Ele é o cara. Para o meu filho de 10 anos, o Felipe Neto dizendo que a gente merece o Oscar, é como se a Fernanda Montenegro me desse aval como ator", brinca Marcelo. "Quando mandaram para mim vídeos de pessoas cantando a música no Tik Tok, eu entendi o fenômeno".

Tudo começou como uma brincadeira para os dois. Marcelo teve que interromper seu trabalho na segunda temporada de "Aruanas", mas aproveita o tempo para se dedicar ao seu canal de humor no YouTube, o "Embrulha pra Viagem". Pamella é atriz de teatro musical e também estava prestes a estrear uma nova peça quando a pandemia surgiu.

"A gente já estava há um tempo gravando vídeos sobre a quarentena no Instagram. Não podendo exercer nosso ofício da maneira tradicional, tivemos a ideia de gravar um videozinho com a família, só para amigos próximos", conta Pamella. "Mas os dias foram passando e os números foram aumentando muito rápido".

Importância de se posicionar

Pamella e Marcelo acreditam na importância do posicionamento político de artistas. Nomes como o próprio Felipe Neto e Anitta vêm ganhando projeção falando abertamente de causas sociais e políticas para os seus seguidores.

Eles atingem públicos que não têm costume de ler notícias, ver jornal. Quando eles se pronunciam sobre isso, esse público começa a olhar para esse artista que ele admira e começa a ouvir. É essencial se colocar nesse momento

Pamella Machado

Marcelo defende que a questão de vida ou morte em torno do vírus não deveria assumir caráter político. "Pensar que o Brasil tem que parar essa discussão toda para debater política é inacreditável. Eu, como artista, me salvo. O humor me salva. Quando vejo humor de algo que estou odiando, aquilo é um respiro", diz. "Não é mais sobre esquerda e direita. Ser esquerda é ficar em casa e usar máscara? Posicionamento é necessário para viver".

Conscientização

Diante de uma produção viral que tenta conscientizar as pessoas através do humor sobre o cenário assustador que estamos vivendo, fica a pergunta: Pamella e Marcelo acreditam que o vídeo teve efeitos positivos?

"É sobre tentar fazer com que as pessoas tenham esse respiro para se conscientizar. Tem gente que não pode ficar em casa e temos empatia. Mas quando eu vejo pessoas dentro de um carro indo fazer protesto contra o isolamento, eu paro para pensar: será que estão realmente se conscientizando?", questiona Pamella, que acredita que o aumento constante no número de mortos pela covid-19 pode ser uma das razões que reforçarão a importância de permanecer em casa.

Já Marcelo é mais pessimista. "Eu fico muito triste porque não estamos falando de movimentos políticos. E sim um pensamento genuíno que me assusta. Espero que o jogo se reverta pela humanidade. Meu filho tem 10 anos e fico pensando: para onde ele vai? Será que meus pensamentos serão suficientes para não contaminá-lo em um mundo tão pesado?".

Fonte: UOL Cinemas // UOL