Morre Al Kasha, músico que ganhou 2 Oscar por filmes catástrofe nos anos 70

Publicado em 15/09/20 15:00

Morre Al Kasha, músico que ganhou 2 Oscar por filmes catástrofe nos anos 70

27.10.2012 - Al Kasha na première do musical 'Loving the Silent Tears', em Los Angeles (EUA)
27.10.2012 - Al Kasha na première do musical 'Loving the Silent Tears', em Los Angeles (EUA)
Earl Gibson III/WireImage

De Splash, em São Paulo

15/09/2020 14h11

Al Kasha, compositor que venceu estatuetas do Oscar por canções de "O Destino de Poseidon" (1971) e "Inferno na Torre" (1974), morreu ontem em Los Angeles (EUA), aos 83 anos. A Variety confirmou a notícia, sem revelar a causa da morte.

Continua depois da publicidade

"The Morning After" (de "Poseison") e "We May Never Love Like This Again" (de "Inferno"), ambas gravadas por Maureen McGovern, são baladas românticas que aparecem como temas de filmes catástrofe — ou seja, as "vovós" de hits como "I Don't Wanna Miss a Thing", do Aerosmith para "Armageddon".

Ainda nos anos 1970, Kasha também seria indicado a dois outros Oscar pelo trabalho em "Meu Amigo o Dragão" (1977), clássico da Disney. Ele concorreu a melhor trilha sonora e a melhor canção original por "Candle on the Water", sem vencer em nenhuma das duas categorias.

Os trabalhos mais famosos de Kasha foram parcerias com o amigo Joel Hirschhorn, que morreu em 2005. Os dois também compartilharam duas indicações ao Tony, o Oscar do teatro, pelos musicais "Sete Noivas Para Sete Irmãos" e "Copperfield".

Fonte: UOL Cinemas