Matrix | Diretor de fotografia explica problemas com as sequências

Publicado em 14/07/20 17:00

Após revolucionar o cinema de ação com o lançamento do primeiro filme, a franquia Matrix sofreu uma queda de qualidade nas sequências Matrix Reloaded e Matrix Revolutions. Para muitos é um mistério como os longas seguintes não conseguiram manter o nível estabelecido pelo original, já que a equipe foi mantida e o orçamento só cresceu. Uma das respostas para essa questão foi revelada por Bill Pope, diretor de fotografia da trilogia, que disse ao ScreenCrush que houve muita tensão no set de filmagem:

“Tudo o que foi bom sobre a primeira experiência não se repetiu nos últimos dois. Nós não éramos mais livres. As pessoas estavam olhando para você, havia muita pressão. Em meu coração, eu não gosto deles. Sinto que poderíamos ter ido em outra direção. Havia muita fricção e problemas pessoais, e para ser honesto, isso apareceu na tela. Não foi meu momento mais elevado, nem o de ninguém. As Wachowskis leram esse maldito livro do Stanley Kubrick que dizia ‘atores não entregam performances naturais até você desgastá-los’. Então vamos para o take 90!”.

O primeiro Matrix foi lançado em 1999. Junto com as sequências, Matrix Reloaded Matrix Revolutions, ambas de 2003, a franquia faturou US$ 1,6 bilhão nas bilheterias mundiais.

Matrix 4 está marcado para 1 de abril de 2022.

Fonte: Omelete // Gabriel Avila